Coordenadora Pedagógica

Coordenadora Pedagógica
Coordenadora Pedagógica Maísa

sábado, 16 de abril de 2011

Livro: O aniversário

A leitura é o caminho mais importante para se chegar ao conhecimento. Portanto, a necessidade da familiarização das crianças com os livros desde o primeiro ano de vida é primordial. É preciso escolher uma obra que tenha linguagem adequada à sua faixa etária.
A História dos Pingos conta como é cada um desses personagens. O leitor vai descobrir qual Pingo se parece mais com ele. É um texto para todas as idades. As histórias surgiram em 1978 e caracterizam-se pela presença de pequenos textos da escritora Mary França onde a palavra assume uma musicalidade muito próxima da sensibilidade do ser poético da criança. Os desenhos, do talentoso Eliardo França, interagem, ludicamente, com o texto atraindo de imediato o pequeno leitor na construção de um imaginário rico em detalhes.
Podemos dizer que o principal objetivo de contar uma história em sala de aula é divertir, estimulando a imaginação das crianças. Mas é juntamente com este clima de alegria e interesse que a história desperta que se pode atingir outros objetivos, como: educar, instruir, desenvolver a inteligência, ser o ponto de partida para ensinar algum conteúdo programático; ou mesmo ser um dos instrumentos para tentar entender o que se passa com as crianças no aspecto afetivo-emocional, pois, muitas vezes, durante a história elas falam do que as está incomodando sem vergonha ou medo, já que se vêem dentro da mesma.
O livro escolhido é O ANIVERSÁRIO. Os Pingos e os amigos se juntam para comemorar o aniversário da amiga árvore e podendo explorar os cuidados com os seres vivos no casa a árvore. Onde pode discutir a valorização do meio ambiente e da natureza para a vida no planeta;
Identificar a árvore como um ser vivo;
Conhecer as partes das plantas: raiz, caule, folha, flor e fruto;
Conhecer as árvores atentando para aspectos referentes à sua alimentação, respiração e seu crescimento. Se você se interessou pelo livro e quer ver as atividades, então clique aquí

Nenhum comentário: